Página Inicial >> Notícias >> Após cortes de Bolsonaro na educação, mais de 100 funcionários são demitidos e atinge Serra Talhada

Após cortes de Bolsonaro na educação, mais de 100 funcionários são demitidos e atinge Serra Talhada

Com o anúncio do bloqueio de 30% no orçamento da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), realizado pelo governo Jair Bolsonaro, a Direção Administrativa (DIRAD) da Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST) comunicou a suspensão de 15 postos de trabalho na última sexta-feira (17).

No total, foram 112 demissões em Pernambuco. Em Serra Talhada foram demitidos servidores contratados que trabalhavam na segurança, trato de animais, auxiliar de biblioteca, e profissionais de serviço de limpeza.

Na nota emitida pela UAST, a Diretora Administrativa, Nathália Nogueira do Nascimento, explica que o atual orçamento da Universidade não é suficiente para cumprir todas as despesa ao longo do ano.(Do Farol)

Compartilhar nas redes