CLIMA

Baixa umidade do ar deixa Sertão pernambucano em estado de alerta

Foto: Milena Kury/Funceme A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta de umidade baixa para o Sertão Pernambucano. De acordo com a Agência, uma massa de ar seco irá abaixar a umidade relativa do ar até o próximo dia 26. Por conta disso, os valores devem chegar a 20%, no período da tarde. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), alguns problemas de saúde podem ocorrer por conta do ar seco, como: complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas; sangramento pelo nariz; ressecamento da pele; irritação dos olhos; eletricidade estática nas pessoas e em equipamentos eletrônicos. Quando a umidade relativa do ar atinge níveis entre 12 e 20%, se classifica como estado de …

Leia mais

Apac emite alerta para baixa umidade no Sertão de Pernambuco

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu alerta para baixa umidade em cidades do Sertão de Pernambuco. Segundo a agência, a presença de uma massa de ar seca sobre o Estado propicia os baixos valores. O alerta é válido até a próxima terça-feira (20). De acordo com a Apac, a umidade pode atingir valores abaixo de 20%, no período da tarde, em grande parte do Sertão pernambucano. Índices de umidade do ar abaixo de 20% despertam estado de atenção e cuidados como evitar exercícios físicos ao ar livre entre 10h e 16h, umidificar o ambiente através de vaporizadores ou toalhas molhadas, evitar aglomerações em ambientes fechados e consumir água à vontade precisam ser tomados pela população. Problemas de …

Leia mais

Chuvas causam alagamentos em Serra Talhada

Na noite desta segunda-feira (25), até hoje (26), a cidade de Serra Talhada registrou uma grande quantidade de chuvas no município, que causou alagamentos em algumas ruas na Capital do Xaxado. A chuva durou muito tempo, registrando 70,1 milímetros. Ruas do Pátio da Feira e Rua Severino Pereira devido a posição geográfica foram atingidas de forma mais intensa. Felizmente, os feirantes disseram que não tiveram prejuízos.

Leia mais

Alerta de chuva moderada a forte é emitido para Grande Recife, Agreste, Zona da Mata e Sertão de Pernambuco

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu, neste domingo (29), um alerta para a possibilidade de chuva com intensidade de moderada a forte no Recife, Região Metropolitana, Zona da Mata Sul, Zona da Mata Norte, Agreste e Sertão de Pernambuco. O aviso foi divulgado às 17h e tem validade de 24 horas. Meteorologista da Apac, Roni Guedes explicou que, apesar de ser válido para todo o estado, a tendência era de precipitação para o Agreste e Sertão mais durante este domingo (29) e madrugada da segunda (30). “Na Zona da Mata Sul e Região Metropolitana do Recife é mais amanhã [segunda]. O Distúrbio de Leste chega a essas regiões amanhã. Provavelmente, teremos chuvas mais para o fim da manhã …

Leia mais

Serra Talhada recebe o maior volume de chuvas do ano e alagamentos se multiplicam pela cidade

Serra Talhada recebeu a maior volume de chuvas de 2020. Nesse domingo(15), choveu 74,6 milímetros segundo o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs). Foram cerca de dez horas de chuva ininterrupta, que oscilou em momentos de forte pancada à moderada. O resultado é que os alagamentos se multiplicaram nos bairros, e principalmente no Centro, com destaque para o Pátio da Feira que ficou totalmente inundado. Segundo o Instituto Agronômico de Pesquisa (IPA), até agora choveu 419,6 mm em Serra Talhada. Só na primeira semana de março, foram 220,9 milímetros. A previsão é de mais chuvas nesta segunda-feira (16). (Farol)

Leia mais

Municípios pernambucanos devem se preparar para período de chuvas, diz MPPE

A fim de agir de forma preventiva, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio do Centro Operacional de Apoio às Promotorias de Justiça de Defesa da Cidadania (CAOP Cidadania), publicou no Diário Oficial desta terça-feira (9), a Nota Técnica n.º 01/2020 em que convoca os municípios pernambucanos a apresentarem plano de contingência e prevenção de acidentes que possam vir a ser provocados por chuvas fortes, enchentes, transposição de barragens, inundações, entre outros. “É sabido que moradores de regiões fisicamente mais castigadas sofrem com intempéries desencadeadas por chuvas e enchentes e estamos nos aproximando do quadrimestre crítico, que abrange os meses de abril, maio, junho e julho. Por isso, estamos iniciando esse monitoramento, pois é obrigação originária dos municípios se …

Leia mais

Chuvas castigaram cidades do Pajeú no final de semana

Na noite da sexta-feira, uma hora de chuva foi o suficiente para a água alagar ruas, invadir lojas, arrancar calçamentos e provocar alguns prejuízos em Tabira. A cobertura de uma sala da prefeitura cedeu e a água invadiu boa parte do prédio. O mesmo aconteceu com a cobertura de uma academia. No sábado a cidade castigada foi Afogados da Ingazeira. Foram 90mm de chuva que veio acompanhada de relâmpagos e trovões, fazendo com que faltasse energia por um instante na cidade. Casas foram invadidas pelas águas e moradores entraram pela madrugada limpando a sujeira. A Rua Augusto Cerquinha teve o asfalto arrancado. A forte chuva, derrubou um dos lados do muro, telhas e uma caixa d’água na Asavap. Os blocos …

Leia mais

Chuva voltou a cair com intensidade em municípios do Pajeú

A chuva voltou a cair com intensidade nesta quinta (20) em municípios do Pajeú. As precipitações ocorreram principalmente no final da tarde e noite. De acordo com o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), os maiores volumes foram registrados em Santa Terezinha (61 mm), Solidão (58 mm), Calumbi (55 mm), Quixaba (47 mm), Flores (46.2 mm), Triunfo (44 mm) e Tabira (40 mm). Ainda conforme o IPA, também houve chuvas volumosas em Santa Cruz da Baixa verde (38 mm), Serra Talhada (36.1 mm) e Carnaíba (34 mm). Brejinho (10.6 mm), Itapetim (8 mm), Afogados da Ingazeira (7 mm) e São José do Egito (3 mm) registram precipitações de menor intensidade. Não choveu em Ingazeira, Tuparetama e Iguaracy. O líder de chuvas …

Leia mais

Chuvas torrenciais causam alagamentos, enchentes e muitos transtornos no Sertão de Pernambuco

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), cidade de Dormentes, no Sertão de Pernambuco, foi o local onde mais choveu no Estado entre as 19h40 da quarta-feira (5) e as 7h40 desta quinta-feira (6). O monitor pluviométrico na cidade apontava 96,13 milímetros de chuvas torrenciais em 12 horas, cerca de 23% a mais que a média de chuva para o mês de fevereiro, que é 78,10 mm. Em seguida vem o município de Floresta, também no Sertão, com 88,60 mm. Já o equipamento na cidade de São José do Belmonte, indicou 80,28 mm de precipitações, dos quais 72,69 mm atingiram a região em apenas seis horas. Petrolina e Lagoa Grande também foram atingidas por chuvas que …

Leia mais

Em 3 dias, choveu 36,7 mm em Serra Talhada; clima segue nublado

De segunda (3) a esta quarta (5), choveu 36,7 milímetros em Serra Talhada, segundo dados divulgados pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). Esse ainda é um balanço considerado tímido, se comparado ao volume de chuvas de anos anteriores. O sertanejo, com isso, segue com expectativas para comemorar a bênção dos céus e o clima se demonstra favorável. Há três dias que Serra amanhece com o sol ameno envolto a nuvens cinzentas e vai dormir à noite escutando o ronco dos trovões e o brilho dos relâmpagos. Nesta quarta (5), a precipitação pluviométrica na cidade foi de 16,5 mm. Na terça, 1.1 mm e na segunda, 19.1. Na madrugada desta quinta-feira o município recebeu mais uma boa dose de chuvas. (Do …

Leia mais