Celebrando a consolidação de mais um importante investimento para o Estado, o governador Paulo Câmara (PSB) participou, ontem, da inauguração de uma fábrica da Itaipava, em Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife.

Ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ministrou palestra durante a cerimônia, Câmara visitou a planta da unidade, a segunda do Grupo Petrópolis no Nordeste. Foram investidos R$ 600 milhões na fábrica, gerando 1.000 empregos diretos.

O governador enalteceu a decisão do Grupo Petrópolis de instalar uma unidade em Pernambuco. "Essa fábrica consolida nosso Estado como um polo do segmento. Com a estrutura que construímos, a qualificação da nossa gente e com a política tributária desenvolvida no Governo Eduardo, eu tenho certeza que faremos ainda muitas parcerias. Temos uma refinaria sendo implantada, um polo automotivo da Jeep e um estaleiro, além de um polo de alimentos. Pernambuco está se desenvolvendo por inteiro. Isso só se faz com muito trabalho, união, humildade e determinação", assinalou.

A cerimônia foi marcada por uma homenagem a Eduardo Campos, representado pelos filhos João Henrique e Maria Eduarda. Em uma iniciativa do presidente do Grupo Petrópolis, Walter Faria, uma placa foi afixada na sala de filtração, espaço visitado por Eduardo no dia 2 de abril de 2014, pouco antes dele deixar o Governo. Em 17 de abril do mesmo ano, o também ex-governador João Lyra Neto acompanhou o primeiro envase da cerveja Itaipava.

“Eu tive a sorte de estar junto com Eduardo nos últimos anos, ajudando no desenvolvimento do nosso Estado. Pernambuco se transformou com a ajuda de muita gente; sobretudo do seu povo guerreiro", afirmou Paulo Câmara, ao agradecer a Walter Faria por acreditar no Estado e no potencial dos pernambucanos.

A planta de Itapissuma tem uma área de 185 mil metros quadrados e uma capacidade produtiva de 600 milhões de litros por ano. A empresa, que tem sua sede no Rio de Janeiro, detém 19,6% do mercado de cerveja do Estado e 13,2% do mercado nacional; reforçando sua posição de segunda maior do Brasil. Com sete fábricas no país, o Grupo Petrópolis também é dono de outras cinco marca de cerveja, além de energéticos, isotônicos e outras bebidas, como vodka.

INCENTIVO - O protocolo de intenções para a implantação da cervejaria foi assinado em 2012, ainda na gestão Eduardo Campos. Desde a assinatura, a equipe do governo trabalhou para articular incentivos fiscais e ratificar a permanência da empresa no Estado. Um dos mecanismos utilizados foi a inclusão da planta de Itapissuma do Grupo Petrópolis no Programa para o Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe). O mecanismo é destinado à captação de novos empreendimentos e também à manutenção dos projetos em funcionamento no Estado.

 

A Prefeitura de Flores e o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, têm o prazer de convidá-lo (a) para a AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO - PMSB, que representa um conjunto de estudos para averiguar e propor soluções para os problemas de saneamento básico do município

A audiência versará sobre o estudo de dos quatro temas: abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, resíduos sólidos (lixo) e drenagem de águas pluviais (água de chuvas).

Dia: 24/04/2015 (sábado)

Horário: 9h00

Local: Câmara de Vereadores de Flores.

 

lula-cerveja02

O ex-presidente Lula bebeu um gole da cerveja Itaipava, na inauguração da fábrica do grupo Petrópolis, em Itapissuma, na Zona Norte do Grande Recife.

Após tomar um copo de Itaipava, ironizou os políticos e as limitações em público.

“Minha assessoria vai ficar puta porque político não pode aparecer em evento público bebendo cerveja. Mas eu não tenho cargo público, eu não recebo dinheiro público, então eu posso fazer o que eu quiser.”, afirmou. (Por Jamildo Melo)

 

governadores_norde44

Sem alarde, a Secretaria de Educação do governo Paulo Câmara fechou, nesta sexta-feira, a lista dos primeiros professores que serão desligados com a greve iniciada há uma semana, no Recife. A decisão ocorre depois que o TJPE deu aval a uma liminar pedindo a volta imediata ao trabalho, além de ter visto indícios de ilegalidade.

No total, são 15 professores que trabalham em escolas de tempo integral. O comando da Educação comprovou que os professores estavam estimulando os alunos a participar da greve e incentivando o boicote às aulas.

Por conta da decisão judicial, também já estão sendo computados quatro dias de faltas a serem descontados na folha salarial.

Veja a nota oficial desta tarde, após os professores não voltarem ao trabalho.

“O Governo de Pernambuco lamenta que, mesmo com a decisão da Justiça sobre a ilegalidade da greve e a decisão para o seu encerramento, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) tenha decidido pela continuidade da paralisação. A manutenção do movimento prejudica os estudantes da Rede Estadual e suas famílias. Ainda assim, o Governo reafirma a disposição de reabrir o diálogo com a categoria, desde que os professores retomem as atividades normais nas escolas.

Sobre o balanço das escolas da Rede Estadual nesta sexta-feira (17), 52% (541) das escolas tiveram funcionamento normal; 39% (410) aderiram parcialmente e 9% (94) aderiram totalmente à greve. Portanto, houve uma redução no número de escolas totalmente sem aulas. Neste contexto, 91% das escolas estão em atividade. Assim, considerando o funcionamento da maior parte das escolas da Rede, a Secretaria de Educação do Estado reforça a solicitação de que os pais e responsáveis encaminhem os estudantes para as escolas a fim de voltarem à normalidade das aulas”.(Por Jamildo Melo)

 

Conforme já se sabe, uma assembleia geral dos trabalhadores em educação de Pernambuco, realizada nesta sexta-feira (17), no Teatro Guararapes, em Olinda, deliberou pela continuidade da greve. O movimento paredista completou uma semana nesta sexta-feira. Aproximadamente 2,5 mil trabalhadores em educação participaram do encontro.

“Mesmo após sofrer ameaças do governo estadual e da justiça, os trabalhadores decidiram seguir fortes na mobilização”.

A assembleia desta sexta-feira contou ainda com a presença de alunos da rede estadual de ensino ligados ao movimento estudantil.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco, Fernando Melo, apresentou um balanço das ações deliberadas no último encontro, tal como as atividades realizadas durante esta semana e a inserção de comerciais explicando os motivos da greve em emissoras de rádio e TV. O encontro também serviu para o pronunciamento de líderes sindicais que apoiam o movimento.

Durante a assembleia, o Sintepe foi notificado oficialmente sobre a liminar assinada pelo Desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco Jovaldo Nunes, que determina a volta imediata das atividades. O documento prevê ainda que caso a determinação seja descumprida, a multa diária aplicada ao Sintepe será de R$ 30 mil reais.

Em pronunciamento no encontro, o advogado do Sintepe, Eduardo Pinheiro, esclarecer que a assessoria jurídica do sindicato vai recorrer da decisão. O sindicato tem cinco dias para recorrer da liminar e 15 para apresentar a defesa junto ao TJPE.

“A portaria publicada pelo governo do estado na última terça-feira (14), que prevê o corte de ponto dos grevistas, rescisão do contrato de temporários e deslocamento dos trabalhadores que atuam nas escolas de referência, apresenta diversos pontos contraditórios e que soam como ar de ameaça contra os docentes”, disseram os advogados.

Após as falas, o presidente do Sintepe apresentou as propostas como a continuidade da greve; a inserção de uma nota oficial em emissoras de rádio e TV; mobilização nas escolas na próxima quarta-feira (22) e; uma nova assembleia geral, marcada para o próximo dia 27 de abril, a partir das 14h, em local ainda a definir.

As ações foram aprovadas por unanimidade pela categoria.

Após a assembleia, cerca de 500 professores e alunos seguiram em passeata do Centro de Convenções até à sede da vice-governadoria, no bairro Santo Amaro. No local, uma comissão formada por representante do Sintepe, das centrais sindicais que apoiam o movimento e dos alunos foi recebida pelo vice-governador do estado Raul Henry. Ele se comprometeu a encaminhar ao governador Paulo Câmara as ações deliberadas na assembleia.

Desde o dia 13 de março, os trabalhadores em educação de Pernambuco estão em estado de greve, após o governo anunciar o reajuste do Piso Nacional dos Professores, de 13,01%, para menos de 10% da categoria. Mesmo com a promessa de que o projeto não seria encaminhado à Assembleia Legislativa de Pernambuco, o documento seguiu para o parlamento estadual e foi aprovado, no último dia 31 de março. No dia 10 de abril, os trabalhadores decidiram pela deflagração da greve por tempo indeterminado.(Do Blog de Jamildo)

 

lula-cerveja

O ex-presidente Lula aproveitou a inauguração de uma cervejaria, na Região Metropolitana do Recife, para defender o ajuste fiscal do governo Dilma e falar de combate à corrupção e da Petrobrás.

“A Petrobras não acabou. As ações estão se valorizando. E o pais não vai acabar não. Os brasileiros não tem noção do quão forte ele é. Se alguém roubou a Petrobras que prendam quem roubou. Para isto que tem a Justiça”, afirmou, marcando uma inflexão no discurso, menos de uma semana após a prisão do tesoureiro do PT, João Vacarri.

Em seus discursos, Lula costuma criticar a mídia golpista e a elite branca. Com a ajuda dos sindicatos ligados à CUT, insistia na tese de defesa da estatal, sem criticar de forma enfática as pessoas acusadas de serem responsáveis pelos desvios, muitos deles ligados ao partido dos trabalhadores.

Lula também voltou a criticar o pessimismo de alguns brasileiros, ao defender o ajuste fiscal do governo Dilma.

“É necessário fazer os ajustes. Se alguém acreditar que não vai quebrar a cara. Aqui em Pernambuco mesmo, quando Eduardo Campos assumiu, ele precisou fazer ajustes”, afirmou, dirigindo-se a Paulo Câmara, sucessor do ex-governador socialista, falecido no ano passado, em um acidente de avião em São Paulo.

Na palestra, Lula disse que a economia deverá melhorar no segundo semestre deste ano.

No mesmo evento, o ex-presidente Lula bebeu um gole da cerveja Itaipava, na inauguração da unidade, onde recebeu um cachê não revelado para fazer uma palestra motivacional. Após tomar um copo de Itaipava, ironizou os políticos e as limitações em público. “Minha assessoria vai ficar puta porque político não pode aparecer em evento público bebendo cerveja. Mas eu não tenho cargo público, eu não recebo dinheiro público, então eu posso fazer o que eu quiser.”, afirmou. (Por Jamildo Melo)

 

Pais congelam filha de 2 anos vítima de câncer na esperança de avanços médicos futuros

Dois médicos tiveram a filha criogenicamente congelada na esperança de que ela possa ser salva por futuros avanços da medicina, depois de perder a batalha contra o câncer.

Matheryn Naovaratpong, de 2 anos, estava lutando contra a doença, e agora está sendo a mais jovem pessoa do mundo a passar pelo tratamento – antes a pessoa mais jovem a ser submetida ao tratamento tinha 21 anos de idade.

O corpo congelado será preservado em uma unidade de resfriamento no Arizona, EUA, pela empresa Alcor.Os representantes da empresa colocaram a criança em uma “cama de gelo” no momento de sua morte, para garantir que seu corpo fique perfeitamente preservado.

A menina de dois anos de idade passou por 12 operações e dezenas de tratamentos de quimioterapia do cérebro antes de morrer. Mas seus pais escolheram fazer seu corpo ficar congelado em nitrogênio líquido, na esperança de que ela pode ser trazida de volta à vida por futuras tecnologias médicas.

Sahatorn Naovaratpong disse: “Percebemos que era o fim. Tivemos que nos preparar para dizer adeus. Seu corpo foi criopreservado em Arizona aguardando a chegada de novas tecnologias.”

A empresa de criogenia, Alcor, cobra 670 mil reais para preservar corpos – geralmente pagos pelo seguro médico.

No momento da morte, os pacientes são movidos para uma “cama de gelo”, e seus corações são artificialmente reiniciado para bombear drogas em torno de seus corpos, antes de serem congelados.

A empresa mantém os corpos esperando avanços na tecnologia médica – e até agora preservam 120 corpos.

Fonte: Metro e DailyMail

 

 Foto: Polícia Federal / Divulgação

Criminoso, que disse ter se inspirado no filme "O Homem que Copiava", imprimia notas de R$ 2, R$ 5 e R$ 10 para não chamar a atenção

O estudante Tiago Tavares de Lima, de 24 anos, foi preso na cidade de Gravatá, a 85 km do Recife, suspeito de colocar em circulação cédulas falsas no comércio do município. A prisão foi feita pelos policiais militares da Companhia Independente de Polícia Militar, na noite desta quarta-feira (15).

Segundo informações da Polícia, na casa do estudante foram encontrados um computador com várias matrizes de impressões, livros com várias notas falsas coladas e uma impressora. Ainda segundo segundo os policiais, para não chamar atenção ele optava por imprimir notas de R$ 2, R$ 5 e R$ 10.

Em depoimento, Tiago Tavares disse que se inspirou no filme “O Homem que Copiava” (do cineasta gaúcho Jorge Furtado) para praticar o crime. Ele contou ainda que comprou um drone para o sobrinho, mas a Polícia acredita que ele usava o equipamento para monitorar a presença de policiais nas proximidades da casa dele.

Tiago Tavares foi encaminhado para a sede da Polícia Federal no Recife, onde foi autuado por fabricar e guardar moeda falsa. Caso seja condenado, ele poderá pegar penas que variam de três a 18 anos de prisão. Após a autuação, o estudante foi encaminhado para o Centro de Triagem e Observação Professor Everardo Luna (Cotel), no Grande Recife, onde ficará à disposição da Justiça Federal.

Com essa apreensão, a Polícia Federal em Pernambuco já contabiliza um volume de notas falsas superior ao de 2014. Este ano já foram apreendidos no Estado R$ 11.705, 00. Dez pessoas foram presas. (Terra)

 

Os professores da rede pública municipal de Flores comemoram, desde janeiro deste ano, o repasse referente ao reajuste de 13,01% sobre os salários efetuados pela Prefeitura.

Os salários dos professores com formação de nível médio (magistério), com uma jornada de 40 horas semanais e carga horária de 200 horas aulas mensais, foi aumentado em 13,01%, e ficou em R$ 1.917,78.

Os demais professores com pós-graduações (especialização, mestrado, etc.) como determina as Grades Vencimentos, tiveram seus vencimentos-base aumentado na mesma proporção, o que demonstra ação de valorização, por parte do Poder Público Municipal, ao professor de Flores.

A professora, da escola municipal Onze de Setembro, Lucineide França de Queiroz,(foto abaixo) comenta com alegrai o reconhecimento do Governo de Flores, afirmando que “todo professor, de qualquer esfera, merece o mesmo reconhecimento como valorização”. “Somos profissionais que atendem entre 35 a 45 alunos todos os dias numa sala de aula, com de dedicação plena e sem descumprir horário.”

 

Na tentativa de reforçar a articulação política e melhorar a relação com o PMDB, a presidente Dilma Rousseff começou agradecendo Vinícius Lages, de saída do Turismo, e fez uma série de afagos ao novo ministro e ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), na solenidade de posse no Palácio do Planalto. Dilma disse que Alves sempre foi "nosso parceiro de tantas horas no Congresso Nacional", desejou-lhe muita sorte e trabalho na nova função e disse que o ministro vai ajudar a desenvolver, ainda mais, a indústria do turismo brasileiro.

A solenidade contou com a presença de ministros e parlamentares, mas teve duas ausências importantes: os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Irritado com o Palácio do Planalto por ter desalojado seu apadrinhado político, Renan decidiu nomear Vinícius Lages chefe de seu gabinete.

Cunha apadrinhou a indicação de Alves para o ministério após ele não ter entrado na lista de investigados da Operação Lava Jato. A ida de Alves - ex-deputado federal de 11 mandatos consecutivos que perdeu a eleição para o governo potiguar em outubro - visa a reforçar a atuação do governo com o Congresso. O vice-presidente e novo articulador político, Michel Temer, também é aliado de Alves.

Para Dilma, a presença do ministro no governo "reforça a nossa capacidade administrativa" e a "ação política na área do turismo", características consideradas por ela indispensáveis para o setor. A presidente disse que as primeiras palavras dela seriam de "agradecimento" a Lages. Segundo ela, nos 13 meses em que este no cargo, Lages "levou o turismo a galgar um novo patamar de qualidade".

No discurso, a presidente afirmou que, a 477 dias das Olimpíadas e a 510 dias das Paralimpíadas no Rio de Janeiro, este é um momento extraordinário para ampliar a importância do nosso país como "pátria esportiva", "de todos nós" e como "referência internacional". "Apesar da descrença de alguns, a Copa do Mundo projetou de forma muito positiva a imagem do Brasil no resto do mundo", disse.

Segundo Dilma, a Copa atraiu quase um milhão de estrangeiros para circular no país, dos quais 95% manifestaram intenção de retornar ao Brasil. "Faremos os melhores Jogos Olímpicos e Paraolímpicos dos últimos tempos", afirmou ela, ao destacar que os brasileiros vão ter a oportunidade de presenciar e assistir a um dos maiores eventos do mundo.

"Tenho certeza de que, mais uma vez, vamos saber deixar encantados os que nos visitarem na maravilhosa cidade do Rio de Janeiro e todos os destinos que podem ser aproveitados a partir do Rio", afirmou. Para ela, o país mostrará que, mais uma vez, está preparado para sediar grandes eventos.(Por Magno Martins)

 

Associado AblogPE

Salão Visual News

Custódia Seguros

Cerâmica Pajeú

O.T STÚDIO

Facebook

Cresol

Clima Tempo