Na China, uso do Facebook e Whatsapp leva à prisão por até 15 anos

Quem usar o Facebook ou o Whatsapp no celular na China pode ficar até 15 anos preso. O governo chinês proíbe o uso de aplicativos estrangeiros e para fiscalizar está instalando um aplicativo espião que é capaz de revelar o conteúdo do celular dos cidadãos. E autoridades podem parar as pessoas nas ruas e pedirem para verificar os smartphones.

Os chineses flagrados usando os aplicativos estão sendo enviados para “campos de concentração” para reprimir o uso das redes sociais, segundo o R7.

A região de Xinjiang, com população de 11 milhões de pessoas, é uma das mais vigiadas.

Moradores afirmam que a abordagem e espionagem policial são rotina e que o governo afirma que se trata de uma tentativa de “controlar o terrorismo”.

Um morador da região relatou ao The Sun que morar na China é como “morar na Alemanha nazista. E disse ainda que um cidadão que tiver redes sociais estrangeiras no celular pode ficar até 15 anos em campos de concentração.

Compartilhar nas Redes