Página Inicial >> PMST >> Serra Talhada levou propostas para a 5ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres

Serra Talhada levou propostas para a 5ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres

O município de Serra Talhada participou da 5ª Conferência Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, que aconteceu nos últimos dias 30 e 31 de outubro, em Gravatá, no Agreste. Na ocasião, Serra Talhada foi representada pelas secretárias executivas Mônica Cabral, da Mulher, e Samiris Andrade, de Planejamento e Gestão; pelas vereadoras Alice Conrado e Vera Gama; e pelas representantes da sociedade civil Francisca Bezerra de Lima (Chica) e Manuella Cristina da Silva.

Sob a temática para o ano de 2019 “Mulher e Democracia: Uma Agenda de Luta por Direitos Iguais”, o encontro teve o objetivo de reunir as propostas que foram debatidas nas conferências municipais, entre os dias 23 de julho a 9 de outubro, em todo o estado, com representantes da sociedade civil, dos governos municipais e de órgãos não governamentais. A conferência estadual, que acontece a cada quatro anos, analisa estas propostas e as coloca em votação para a formulação de metas que servirão de norte para as políticas públicas voltadas para o público feminino no próximo quadriênio.

“O momento foi de propor políticas mais inclusivas para as mulheres, construindo ferramentas de inclusão destas nos espaços de poder e controle social, fortalecendo o enfrentamento à violência, a autonomia econômica, o acesso à saúde e à educação inclusiva, quebrando os preconceitos que infelizmente ainda existem em nossa sociedade”, comentou Mônica Cabral.

“Na oportunidade foram definidas diretrizes e prioridades para o Plano Estadual de Políticas para as Mulheres, sendo eleitas cento e nove representantes para a quinta Conferência Nacional. Diante da atual conjuntura nacional, dos constantes desmontes as nossas conquistas, progressiva redução de direitos, cortes de orçamento, sentido com mais intensidade pelas mulheres as conferências municipais realizadas em setembros e a estadual são símbolos da luta e resistência das mulheres por políticas públicas, direitos, justiça social e igualdade de gênero”, afirmou Samiris Andrade.

A 5ª Conferência Estadual contou com a presença de pernambucanas das 185 cidades do estado, além da secretária estadual da Mulher e presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDIM-PE), Silvia Cordeiro, prefeitas, prefeitos e 602 delegados e delegadas eleitos e eleitas nas conferências municiais, responsáveis por decidir as melhores propostas apresentadas no estado. As idéias foram apresentadas, analisadas e votadas, em diferentes grupos reunidos de acordo com os eixos temáticos da conferência. Após a fase estadual, é realizada a conferência nacional, que está prevista para acontecer em Brasília, nas datas de 24 a 27 de novembro.

Compartilhar nas redes