Página Inicial >> Notícias >> Morre aos 64 anos jornalista Inaldo Sampaio

Morre aos 64 anos jornalista Inaldo Sampaio

Natural de São José do Egito, Inaldo foi um dos nomes mais importantes do jornalismo estadual

O jornalista e colunista político Inaldo Sampaio faleceu aos 64 anos, no Recife. Inaldo, que assinou a coluna Fogo Cruzado na Folha de Pernambuco, morreu na madrugada desta segunda-feira (11).

O velório será realizado no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, onde será realizado também o enterro, às 17h.

Inaldo Sampaio lutava havia anos contra um câncer e, nesta madrugada, sofreu uma parada cardíaca, falecendo no Hospital Português.

Atualmente, Inaldo Sampaio era colunista político da rádio CBN Recife, assinava  coluna política no Diário de Pernambuco – o último texto, “Lula só não pode incendiar o país”, foi publicada na edição desta segunda. O jornalista também atuava no Tribunal de Contas do Estado, onde ingressou em 1995.

Inaldo também foi comentarista político no Jornal do Commercio e no programa Bom dia Pernambuco, da Rede Globo. Também teve passagem pelo O Globo. Foi na Coluna Pinga Fogo que assinou por anos no JC, que viu a maior repercussão de seu trabalho. Egipciense, tinha oito irmãos. Inaldo deixa esposa, dois filhos e um neto.

Autoridades emitem pesar: o prefeito de São José do Egito, Evandro Valadares externou pesar. “São José do Egito perde um dos seus filhos mais queridos e talentosos. Externo meu pesar aos familiares. São José do Egito está de luto”. A Câmara de Vereadores do município também externou luto e afirmou que a Terra dos Poetas perde um dos seus grandes filhos. “O jornalismo e a política pernambucanos ficam carentes. Inaldo sempre será lembrado por suas ações e por seu profissionalismo, reconhecido além fronteiras de Pernambuco”. (Nill Júnior)

Compartilhar nas redes