Página Inicial >> ELEIÇÕES >> Marconi Santana (PSB) é eleito prefeito de Flores

Marconi Santana (PSB) é eleito prefeito de Flores

Flores (PE) tem um novo prefeito. Com 100% das urnas apuradas, Marconi Martins Santana (PSB), 54, foi eleito para o cargo ao receber 63,14% dos votos válidos, um total de 7.404 votos, no pleito deste domingo (15). A eleição municipal para a prefeitura de Flores teve apenas duas candidaturas deferidas, mas a cidade já não teria segundo turno por ter menos de 200 mil eleitores. Onofre de Souza (PT) perdeu com 36,86% dos votos válidos.

Do total de votantes, 332 eleitores (2,58%) votaram em branco, enquanto outros 782 (6,08%) anularam o voto. O número de eleitores que não votou foi de 2.944, equivalente a 18,63% do eleitorado. A soma de brancos, nulos e abstenções é de 4.058, ou 25,68% dos aptos a votar. A Câmara de Vereadores de Flores também teve seus representantes escolhidos para os próximos quatro anos na eleição deste domingo. A maior bancada ficou com o PSB, que elegeu 7 vereadores, seguido por MDB e PT, cada um deles com 2 representantes (confira a lista completa abaixo).

Confira os votos para a prefeitura:

-Marconi Martins Santana (PSB) – 7.404 votos – 63,14%

-Onofre de Souza (PT) – 4.322 votos – 36,86%

Confira todos os vereadores eleitos:

-Jeane Pereira Bezerra (PSB) – 986 votos – 8,24%

-Jose Ivanildo de Santana (PSB) – 931 votos – 7,78%

-Pablo Henrique dos Santos Andrada (MDB) – 853 votos – 7,13%

-Jose Alberto Cavalcanti Ribeiro (PSB) – 848 votos – 7,08%

-Luiz Heleno Alves Ferreira (PSB) – 778 votos – 6,50%

-Ivanildo Pereira de Lima (PSB) – 726 votos – 6,06%

-Adeilton Carneiro Patriota (PT) – 686 votos – 5,73%

-Manoel Luiz de Lima (PT) – 579 votos – 4,84%

-Jose Ronaldo Silva dos Santos (MDB) – 519 votos – 4,34%

-Francisco Miguel de Lima (PSB) – 500 votos – 4.

O segundo turno é realizado nas cidades com mais de 200 mil eleitores em que um candidato não atingiu a maioria simples (50%+1) dos votos válidos no primeiro turno.

Este conteúdo foi gerado com dados do TSE pelo sistema de produção automatizada de notícias do TSE.

Fonte: UOL.

Compartilhar nas redes