Página Inicial >> ASSESSORIA DE IMPRENSA >> TRÂNSITO >> Motociclistas representam cerca de 70% dos acidentados socorridos em Pernambuco

Motociclistas representam cerca de 70% dos acidentados socorridos em Pernambuco

A Semana do Trânsito, que tem início nesta quarta-feira (18), traz um alerta sobre o número de acidentes terrestres em Pernambuco, com atenção para as motocicletas. Cerca de 70% das 39.608 vítimas de acidentes de trânsito socorridas para emergências do estado em 2018 foram motociclistas, segundo dados da Secretaria de Saúde.

O estado conta, desde 2010, com um sistema de notificação obrigatória para acidentes de transporte terrestre em 17 unidades hospitalares com serviços de ortopedia e traumatologia, incluindo Unidades de Pronto Atendimento e emergências de hospitais.

Do total de notificações de vítimas de acidentes em 2018, 28.850 envolviam motociclistas, o que representa 72,83%. Em 2017, foram 43.179 notificações, sendo 31.327 motociclistas.

Os dados de 2018 são os mais recentes divulgados pela secretaria. Das vítimas notificadas, mais de 70% foram do sexo masculino. Reinaldo Oliveira entrou para as estatísticas deste ano. Ele sofreu um acidente no domingo (15), às 15h30, enquanto transitava pelo bairro de Casa Forte, na Zona Norte do Recife.

“Eu estava a 60 km/h, quando um carro entrou e me pegou. Passei por uma cirurgia na noite do dia do acidente”, conta Reinaldo. Por consequência, Reinaldo teve a perna esquerda amputada e segue internado no HR.

O ortopedista André Souza ressalta que acidentes são as grandes causas de fatalidade de indivíduos entre 20 e 30 anos.

“Geralmente, são motoristas que não respeitam o limite de velocidade permitida, não se atentam ao uso de itens de segurança, como o cinto em todos os passageiros e cadeirinha para crianças de até sete anos, pedestres que não atravessam na faixa correta, motoristas que bebem alcoolizados e ciclistas que andam sem equipamentos”, lista.

Em Petrolina, os número de acidentados com motos também são altos. Somente no Hospital Universitário do município, de janeiro a julho deste ano, 3,3 mil vítimas foram atendidas. Uma média de 15 vítimas desse tipo de acidente por dia.

No ano de 2014, foram atendidos no estado de Pernambuco 36.581 mil pacientes vítimas de acidente de trânsito, dos quais 26.976 eram motociclistas. Em 2015, foram registradas 34.996 pessoas acidentadas, sendo 26.517 motociclistas. No ano de 2016, 37.186 casos foram notificados, e destes, 27.634 envolveram motociclistas.(G1-PE)

Compartilhar nas redes