Página Inicial >> ASSESSORIA DE IMPRENSA >> REGIONAL >> Sem funcionários para conter aglomeração, agência do Bradesco de Serra Talhada é interditada

Sem funcionários para conter aglomeração, agência do Bradesco de Serra Talhada é interditada

Esta segunda-feira (7) foi marcada por uma grande aglomeração na Rua Enock Inácio de Oliveira, mais precisamente na agência do Bradesco de Serra Talhada. Com isso, foi preciso uma ação enérgica da Vigilância Sanitária. Acompanhado do secretário de Relações Institucionais, Elyzandro Nogueira, o coordenador da Vigilância, José Elison, interditaram o estabelecimento por tempo indeterminado. A partir de agora sequer os caixas eletrônicos irão funcionar enquanto as exigências de segurança não forem cumpridas.

“Depois de várias tratativas com os gerentes [do Bradesco], hoje (7) teve uma superlotação de pessoas aqui no Bradesco e a gente está numa alta do vírus, precisamos tomar cuidado. Eu e a secretária de saúde Lisbeth Rosa viemos hoje cedo e conversamos com a gerente interina, pedimos uma solução para isso, só que para ter uma solução tem que ter funcionário aqui fora organizando as filas e pelo Ministério Público que cobra do município diariamente a gente precisa tomar conta disso, tem que vir, fazer a cobrança e realmente ela ser executada. Viemos justamente fazer essa interdição hoje para o Bradesco tomar as providências, contratar o pessoal para ficar definitivamente tomando conta das filas, até porque eles têm esse movimento muito intenso e a gente verificou que no Bradesco está um pouco descontrolado. A gente veio aqui e tinha muita gente ao redor, inclusive vocês do Farol fizeram até uma matéria com relação a essa aglomeração que é preocupante, porque a gente está numa crescente do vírus”, alertou o secretário Elyzandro Nogueira, acrescentando:

“Eles [agência] devem tomar as providências agora, assim que eles contratarem esse pessoal, que fizerem a organização das filas a gente libera o banco novamente. Eles podem cumprir as normas amanhã, vai depender da contratação de funcionários para organizar as filas, José Elison, que é da Vigilância Sanitária vem aqui e desbloqueia. Mas por enquanto só o Bradesco, outros bancos podem passar, a Caixa Econômica já tomou providências com três pessoas organizando as filas, uma pessoa organizando a parte de dentro e 2 pessoas organizando a triagem na área externa, a gente pede que o Bradesco faça a mesma coisa. Se não cumprir, o município vai tomar também um atitude mais drástica, que é a interdição temporária do estabelecimento”.

O coordenador da Vigilância Sanitária, José Elison, afirmou que a agência já havia sido notificada pelo motivo de aglomeração e falta de organização das filas. Ele alerta que assim como aconteceu com o banco Bradesco, pode acontecer com outras agências e também comércios, caso as normas mínimas de segurança não forem cumpridas.

“A gente já tinha conversado muitas vezes com o gerente, hoje conversamos com a gerente interina, inclusive a agência já tinha sido notificada, por conta da aglomeração, pelo mesmo motivo que foi interditada, com pessoas em cima das outras e ninguém organizando, que isso sirva de exemplo para as demais agências, porque se não se adaptarem a gente vai tomar a mesma atitude que tomamos aqui no Bradesco, não só as agências, como todo o comércio em si. A gente pediu no mínimo 3 funcionários para ficar externamente organizando a fila durante o atendimento, assim que tiver organizado eles serão liberados, se amanhã não foi organizou, a agência vai continuar fechada, o prazo é deles, quando eles cumprirem as exigências feitas a agência vai ser reaberta. A agência vai estar toda fechada, sem nenhum movimento, porque hoje pela manhã(7), não só o atendimento geral como também os caixas eletrônicos estavam lotados, totalmente desorganizados”, afirmou José Elison.

 

Hits: 12

Compartilhar nas redes