Página Inicial >> ASSESSORIA DE IMPRENSA >> REGIONAL >> Polícia investiga quem incitou a ‘carreata da morte’ em Serra Talhada

Polícia investiga quem incitou a ‘carreata da morte’ em Serra Talhada

Quem teve a infeliz ideia de realizar um movimento para forçar a reabertura do comércio local, está em maus lençóis. O recado foi dado pelo Delegado de Polícia, Cley Anderson Rodrigues, em ‘live’ realizada agora há pouco, ao lado do prefeito Luciano Duque, a secretária de saúde, Márcia Conrado, e o Juiz de Direito, Marcus César Gadelha.

O movimento batizado de ‘carreata da morte’, foi organizado logo após o discurso do presidente Jair Bolsonaro, que propôs a quebra do isolamento social em nome do aquecimento da economia.

Empresários simpatizantes de Bolsonaro ajudaram a atiçar o movimento. Entretanto, no final desta tarde, a PM agiu rápido e bloqueou as entradas à Praça Sérgio Magalhães, onde foi programada a concentração.

“A Polícia Civil, que não parou de trabalhar, já está investigando de onde partiu este movimento que vai de encontro a lei. Houve uma incitação para um movimento de carreata e quero deixar claro que haverá punição”, disse o Delegado de Polícia, Cley Anderson Rodrigues.

Ele recebeu o apoio do Juiz de Direito, Marcus César Gadelha. “Não podemos calar. Constitui crime de desobediência”, reforçou o magistrado.

(Do Farol)

Compartilhar nas redes