Página Inicial >> ASSESSORIA DE IMPRENSA >> REGIONAL >> Covid-19: Serra Talhada receberá 12 viaturas para apoiar na fiscalização do novo decreto

Covid-19: Serra Talhada receberá 12 viaturas para apoiar na fiscalização do novo decreto

Nesta quarta-feira (13), o Prefeito Luciano Duque durante entrevista falou sobre as novas decisões e decretos que serão adotados em Serra Talhada. O Prefeito também comentou sobre a novidade na Guarda Municipal.

Na entrevista ao Programa Sertão Notícias, na Rádio Cultura FM (92,9), o Prefeito disse que: “Nós não tínhamos contaminação comunitária, mas o filho da senhora que faleceu, veio de Salgueiro e levou o vírus para a comunidade (onde surgiram 8 casos)”, disse Luciano.

“As pessoas têm que entender que estamos vivendo um momento de anormalidade! A gente sabe que várias pessoas terão essa doença sem sintomas, mas outra parte irá sofrer e precisar de maiores cuidados.”

“Senhores empresários, vamos colaborar com o governo. Eu sei que é difícil para o trabalhador, mas vamos fazer esse sacrifício para que possamos sair disso com tranquilidade. Chega de ‘negacionismo’, chega de irresponsabilidade, a paciência de todos nós esgotou!”, desabafou Duque.

Notícia Boa!

O Prefeito disse ainda que na próxima quarta-feira (20), chegarão ao município 12 viaturas para guarda municipal, que servirão para fiscalização e apoio à vigilância sanitária.

As viaturas serão enviadas após pedido da Secretária de Saúde, Márcia Conrado, aos Deputados, que atenderam o pedido. Alguns dos deputados foram: Kaio Maniçoba e Sebastião Oliveira.

Novo Decreto:

Nesta sexta-feira (14), será anunciado o novo decreto, com todas as especificações.

Ficou claro que não vai ter mais estacionamento no centro, aqueles que tiverem com suas lojas abertas serão multados. Supermercados e farmácias que não tiverem um controle dos clientes também serão multados. “Não vamos mais ser tolerantes! Já ultrapassamos de um número agradável de casos, estamos no nível 3 de contaminação. O que quero é preservar a vida da população!”, falou Luciano. (NN)

Compartilhar nas redes