Página Inicial >> ASSESSORIA DE IMPRENSA >> POLÍTICA >> Marcos Oliveira já nas primeiras horas como secretário articula importantes ações para empreendedores

Marcos Oliveira já nas primeiras horas como secretário articula importantes ações para empreendedores

Na ultima terça-feira (7) após aceitar um convite pessoal do prefeito Luciano Duque para assumir a pasta de Desenvolvimento Econômico e Turismos da capital do xaxado, Marcos Oliveira já nas primeiras horas como secretário já estava em campo atuando, atitude esta que não trouxe espanto para ninguém até porque uma característica do mesmo é o intenso volume de trabalho, o que comprova essa virtude do mais novo secretário Duquista foi sua passagem rápida pela câmara de vereadores onde o mesmo mostrou um ativismo não muito comum no meio político.

Como primeira ação de gestão Marcos Oliveira se reuniu na sede do SEBRAE em Serra Talhada com representantes e consultores da entidade para traçar metas para esse primeiro momento, Oliveira que ocupa uma cadeira de diretoria do CDL-ST e estando familiarizado com toda problemática do empreendedorismo, nessa primeira reunião tratou de discutir a reestruturação e potencialização da sala do empreendedor atualizando a ferramenta para além do cadastro do MEI (microempreendedor individual) serem implantados os serviços como o ME (microempresas), REDESIMPLES – Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios que é um sistema integrado que permite a abertura, alteração, baixa e legalização de empresas, integrando todos os processos com apenas um único envio de documentos para a Junta Comercial, simplificando procedimentos e reduzindo a burocracia ao mínimo necessário, EPP (empresa de pequeno porte) e Produtor Rural.

Também foi discutida a realização de cursos de capacitação para os empreendedores focando a captação de recursos para os mesmos e a elaboração e realização de feiras de artesanato valorizando o trabalho manual e cultural que muitas vezes é esquecido e menosprezado pelo poder público, visando à valorização e permitindo que o artesão tenha contato direto com o seu possível consumidor.

Por: Itamar Marcolino

Compartilhar nas redes