Página Inicial >> ASSESSORIA DE IMPRENSA >> POLÍTICA >> Marco Maciel vira Patrono do Legislador Estadual

Marco Maciel vira Patrono do Legislador Estadual

Lei do deputado Clodoaldo Magalhães foi sancionada hoje pelo governador Paulo Câmara

Em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas, o governador Paulo Câmara sancionou, nesta manhã, a Lei do deputado estadual Clodoaldo Magalhães, que declara o ex-vice-presidente da República e ex-governador do estado, Marco Maciel, Patrono do Legislador no Estado de Pernambuco. A matéria foi aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa, e em regime de urgência, para que no dia de hoje – em que seria comemorado o aniversário de 81 anos de Maciel, ele fosse homenageado.

“É importante valorizar a história e a memória de Pernambuco daquele que foi o símbolo da conciliação. Daquele que unia as divergências e trazia para o centro o equilíbrio. Neste momento que o Brasil vive de tanta tensão política, e de tantos extremismos, Marco Maciel deve ser celebrado e sua memória ser trazida para o aprendizado da política brasileira”, afirmou o deputado Clodoaldo.

De acordo com o autor da matéria de número 2386/2021, essa também é uma forma agradecer todo o legado político deixado por Maciel, “uma referência de ética, ponderação e dedicação à causa pública”. O ex-presidente e governador de Pernambuco morreu em 12/06/2021 aos 80 anos de idade, em decorrência de complicações de mal de Alzheimer.

O governador elogiou a iniciativa do deputado Clodoaldo Magalhães e sublinhou que o exemplo de Marco Maciel seja cada vez mais difundido pelos pernambucanos. “Mesmo estando na política nacional, ele nunca deixou de olhar para o seu estado. Ele foi governador e aqui conquistou seus mandatos, nunca deixando de olhar para o seu estado, e buscando alternativas para ajudar Pernambuco”.

O governador ainda disse que fica o reconhecimento do trabalho de Marco Maciel e tudo que ele representou para a política brasileira, “da falta que ele faz, da forma como fazia a política”. “Fica o legado, a saudade e os bons exemplos que honram aquilo que é tão importante e que presamos tanto, que são as tradições libertárias e de justiça”, concluiu Paulo Câmara.

Também participaram da solenidade o secretário da Casa Civil, José Neto; Margarida Cantarelli, atual presidente do Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico de Pernambuco; o presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Marcelo Canuto; o sócio do Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico de Pernambuco, Sílvio Amorim; além de Guilherme Codeceira e Creuza Aragão, ex-auxiliares de Marco Maciel.

Pode ser uma imagem de 2 pessoas, pessoas em pé e área interna

Hits: 12

Compartilhar nas redes