Página Inicial >> ASSESSORIA DE IMPRENSA >> POLÍTICA >> João Campos toma posse como novo prefeito do Recife

João Campos toma posse como novo prefeito do Recife

Com um discurso de combater as desigualdades e injustiças, o prefeito eleito do Recife, João Campos (PSB) e a vice-prefeita Isabella de Roldão (PDT) tomaram posse, nesta sexta-feira (1º), na Câmara dos Vereadores, no Centro da cidade.

Também assumiram os cargos os 39 parlamentares eleitos para a a legislatura 2021-2024 da Casa de José Mariano.

Filho do ex-governador Eduardo Campos, o prefeito João Henrique de Andrade Lima Campos tem 27 anos, é solteiro, declara ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a ocupação de engenheiro e tem ensino superior completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 242.769,80.

João Campos obteve 447.913 votos, que representaram 56,27% dos válidos. A prima dele, Marília Arraes (PT), com quem ele disputou o segundo turno, obteve 348.126 votos, ou 43,73%.

Após a posse dos vereadores e da Mesa Diretora do Legislativo municipal, começou a solenidade de posse de João Campos e de Isabela de Roldão. Estiveram presentes as famílias deles, o governador Paulo Câmara (PSB), o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros (PP), e a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP), namorada de João.

Os dois entregaram à Mesa Diretora as declarações de bens e os diplomas. Eles fizeram um juramento no plenário e, em seguida, foram empossados pelo presidente da Câmara, Romerinho Jatobá (PSB), depois de assinarem o termo de posse.

Prefeito mais jovem entre as capitais brasileiras, João Campos agradeceu ao governador Paulo Câmara e ao agora ex-prefeito Geraldo Julio (PSB), bem como os 12 partidos que compuseram a Frente Popular do Recife. O novo prefeito do Recife elogiou a gestão do ex-prefeito Geraldo Julio no combate à pandemia do novo coronavírus e disse que pretende buscar um plano municipal de aquisição do imunizante.

“O meu compromisso, com todo o povo do Recife, é de continuar enfrentando essa batalha contra o coronavírus com coragem. Jamais me omitirei enquanto houver vidas em risco. Não cairemos na armadilha da negação da ciência. A nossa primeira grande prioridade será a imunização da população. Lutaremos dia e noite, de forma ativa, pela vacina. Juntos, vamos terminar de vencer essa guerra”, afirmou.

(G1-PE)

 

Compartilhar nas redes