Página Inicial >> ASSESSORIA DE IMPRENSA >> POLÍTICA >> Câmara de Vereadores de Serra Talhada aprova projeto com ações de enfrentamento ao Novo Coronavírus

Câmara de Vereadores de Serra Talhada aprova projeto com ações de enfrentamento ao Novo Coronavírus

A Câmara Municipal de Serra Talhada, realizou uma sessão extraordinária, na manhã desta segunda-feira (25/05), às 10h, para votar no Projeto de Lei Nº 022/2020, do executivo, que dispõe sobre as medidas que poderão ser adotadas pela administração municipal, para o enfrentamento do estado de calamidade pública, reconhecido pelo Decreto Legislativo Nº 61, de 31 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus.

Ainda, durante a sessão que aprovou por unanimidade o Projeto de Lei Nº 022/2020, os vereadores André Maio e Antônio de Antenor solicitaram ao prefeito Luciano Duque e o secretário de obras Cristiano Menezes, que fossem recuperadas as estradas da zona rural.

“A cidade não pode parar por causa da Covid-19. O povo da zona rural sobrevive da cidade e precisa das estradas para se locomover. Muitas ruas da cidade e as estradas da zona rural estão intransitáveis, dificultando, inclusive, o atendimento médico das pessoas”, disse André Maio.

Já Antônio de Antenor, aproveitou para reforçar a limpeza do roçado. “Na estrada de Tauapiranga, o mato está tomando conta da pista. Muitas curvas perigosas com a visão prejudicada. Peço ao prefeito que veja essa situação antes que aconteçam acidentes graves”.

De acordo com o vereador Nailson Gomes, líder da situação, foi realizada uma reunião e a equipe da prefeitura já está montando um planejamento de ação a fim de resolver essas problemáticas das estradas.

Ao final da sessão, o presidente Manoel Enfermeiro parabenizou por mais um hospital preparado para atender a população com Covid-9 (Hospital Clotilde Souto Maior), e informou sobre o retorno das sessões. “A partir da próxima segunda (01/06), vamos voltar com as reuniões ordinárias na Casa, respeitando o que determina os órgãos de saúde e apenas com transmissão online”, finalizou.

Compartilhar nas redes