Página Inicial >> ASSESSORIA DE IMPRENSA >> ECONOMIA >> Caixa Econômica terá horário estendido e abrirá sábado para saque do FGTS

Caixa Econômica terá horário estendido e abrirá sábado para saque do FGTS

As agências da Caixa Econômica Federal funcionarão em horário estendido nesta sexta-feira (13) para atender a demanda dos saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para os trabalhadores, além de funcionarem também no sábado (14). Na manhã desta quinta-feira (12), em uma transmissão ao vivo na página oficial do banco no Facebook, o vice-presidente de FGTS, Paulo Ângelo; o presidente de distribuição, atendimento e negócios da Caixa, Valter Nunes; além do presidente da Caixa, Pedro Guimarães; esclareceram pontos relacionados à liberação dos valores.

Todos os 55 mil pontos de atendimentos da Caixa, entre agências e demais correspondentes bancários, aumentarão o horário de expediente em duas horas. As agências que abrem às 11h passarão a abrir às 9h e as que abrem às 10h terão o horário de abertura antecipado para às 8h. Quanto às agências que têm expediente das 9h às 15h, abrirão uma hora mais cedo (8h) e fecharão uma hora mais tarde (16h). Os bancos que normalmente abrem às 8h estenderão por duas horas o atendimento. Todas as agências vão abrir neste sábado (14), das 9h às 15h. O horário estendido também será adotado na próxima segunda (16) e terça (17).

O saque de até R$ 500 vai liberar cerca de R$ 5 bilhões para os brasileiros, de acordo com Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal. Os correntistas da Caixa, nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril já recebem o crédito em conta nesta sexta. No dia 27 de setembro o valor será liberado para os nascidos em maio, junho, julho e agosto e no dia 19 de outubro para os que nasceram setembro, outubro, novembro e dezembro.

Saque imediato

A Medida Provisória (MP) nº 889/2019 autorizou essa nova modalidade de retirada de recursos do FGTS, chamada de Saque Imediato, válida somente esta vez. A MP permite que todos os trabalhadores, com contas ativas ou inativas do FGTS, possam sacar até R$ 500 de cada uma delas, limitado ao valor do saldo.

Por exemplo, se o trabalhador tiver duas contas – uma com saldo de R$ 120 e outra com saldo de R$ 1.000, poderá sacar o valor total da primeira (R$ 120) e R$ 500 da segunda. Assim, o total ficará em R$ 620.

Para saber os valores disponíveis para o saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, é só acessar o site da Caixa e informar número do CPF, do NIS (Número de Identificação Social), do PIS (Programa de Integração Social) ou do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e a data de aniversário.

Prazo para o saque

Os trabalhadores poderão sacar a partir do dia indicado no calendário para início do pagamento, conforme a data de seu aniversário, até 31 de março de 2020. Não haverá direito a essa modalidade de saque nos próximos anos. Caso o trabalhador não faça o saque até essa data, o valor retornará automaticamente para a conta do FGTS, sem prejuízo da rentabilidade do período.(AB)

Compartilhar nas redes